• Eco Mind

Ecomind: a plataforma que junta várias marcas ecológicas e nacionais

"O termo “sustentabilidade” assumiu um lugar central no mundo do consumo, mas nem sempre é utilizado de forma honesta. O trabalho de identificar as marcas que realmente contribuem para deixar uma menor pegada ecológica recai sobre os consumidores que, com a plataforma Ecomind, lançada a março de 2022, passaram a ter acesso a uma seleção de marcas com uma produção ética.


Marta Ribeiro, de 31 anos, e Teresa Brito, 25, têm ambas um percurso profissional na área do marketing. Se esta experiência implicou o contacto com marcas de diversas áreas de negócio, foi quando se conheceram no âmbito profissional, numa consultora, que perceberam que havia uma ótima oportunidade de negócio na atual moda portuguesa.

“Ao longo dos anos, íamos sempre parar a marcas de fast fashion. Queríamos fazer compras mais sustentáveis, mas não sabíamos como”, explica Marta, cuja educação passou, desde cedo, por um trabalho em torno de valores ecológicos. Além disso, os marketplaces que existiam nunca valorizavam as marcas que investiam mais no design.


O site Ecomind foi lançado precisamente para oferecer às pessoas um leque de oferta vasto mas honesto, sobretudo por causa do chamado greenwashing. Numa altura em que muitas marcas e empresas afirmam, de forma injustificada, que seguem um modelo mais ecológico, é importante que o cliente tenha a certeza de que não está a ser enganado.


“Queremos que o nosso site seja uma plataforma de confiança para o consumidor. Para isso, temos diversas reuniões com todas as marcas que estão presentes, garantimos que as marcas de cosméticas são certificadas e tentamos perceber os passos que vão dando”, explicam à NiT.

A escolha das marcas

Neste momento, a plataforma já tem 14 marcas portuguesas. Todas as semanas apresentam novos negócios, apesar de ainda não ser um trabalho a tempo inteiro para as fundadoras. Marta e Teresa querem estar sempre a crescer por isso, apostam na apresentação dos negócios de forma consistente.


“Aliamo-nos a pessoas empreendedoras que juntam a vontade de fazer nascer e crescer as suas marcas, mas nunca esquecendo que o planeta tem recursos esgotáveis”.

Sobre o processo de escolha das etiquetas, Marta sublinha que “foi um trabalho de pesquisa intensivo”. As duas sócias criaram uma base de dados e, através de redes sociais e vários artigos, foram escolhendo marcas do mercado português com as quais se identificavam. Ainda assim, a médio prazo, pretendem entrar no mercado espanhol.

As escolhas de produção, a forma como os itens são embalados e os tecidos e materiais utilizados são alguns dos fatores tidos em conta nesta filtragem. Atualmente, a plataforma inclui marcas como a The Flying Dutchman, Nae Vegan Shoes, Bam&Boo, Sunkissed e Lao.ê. Cada uma com uma identidade diferente. Os negócios vão da moda à cosmética, passando pela higiene, decoração, bijuteria e até snacks saudáveis.


“Existe um ADN e nós queremos que venha ao de cima esta parte mais emocional, para ser uma compra mais sentida”, acrescenta Marta Ribeiro. Por isso, é importante “que as marcas sejam as protagonistas e mostrar as pessoas que estão por trás de cada uma”.

Este propósito é conseguido através de um separador no site da plataforma na qual dão voz a cada projeto para explicar a sua identidade e a forma como todas as peças são feitas.

Carregue na galeria para conhecer algumas das marcas que estão em destaque no site da Ecomind."


Artigo escrito e publicado pela NIT. Em: https://www.nit.pt/compras/lojas-e-marcas/ecomind-plataforma-que-junta-varias-marcas-ecologicas-e-nacionais



Posts recentes

Ver tudo

"Sabemos que, tal como nós, existem centenas de outros projetos a querer fazer mais pelo planeta. Fomos ter com eles para saber mais sobre o que os move e o que podemos deles esperar. Uma vez por sema